Afinal, quais as diferenças entre POS e TEF.

O que é POS?

POS é uma sigla em inglês que significa Point of Sale. Na tradução para o português teríamos algo como “ponto de venda”. Para entender o que é o POS, basta pensar nas famosas maquininhas de cartão portáteis, que podem ser levadas de um local para o outro, de acordo com a necessidade do cliente. Elas contam com um visor, um teclado e uma impressora, o que dispensa outros equipamentos.

Tal praticidade faz com que pequenos comércios optem normalmente por esse sistema. Com a máquina conectada à internet (que pode ser móvel) ou a uma linha telefônica, é só inserir o cartão, os dados da compra e solicitar ao cliente que digite sua senha. Se tudo estiver correto, a compra será aprovada e o comprovante, impresso.

Além do fácil manejo e da mobilidade (até serviços de delivery podem usar do POS para receber os pagamentos), o baixo custo para adquirir ou alugar uma máquina é outro atrativo.

Por outro lado, cada maquininha de POS funciona conectada apenas a uma rede. Isso pode fazer com que o comerciante tenha que contratar diferentes adquirentes. Além disso, talvez seja difícil determinar quantas máquinas serão necessárias e de quais adquirentes elas serão.

O que é TEF?

O TEF é a sigla para Transferência Eletrônica de Fundos. É um software que captura todas as transações e as encaminha para a operadora via internet.

Ele é instalado nos computadores ligados ao caixa dos estabelecimentos, assim como o “pinpad” — a maquininha onde o cliente insere o cartão e digita a senha.

Sua vantagem é suportar muitos cartões diferentes e facilitar a conciliação das vendas, já que o processo é totalmente automatizado e não necessita que guardem os comprovantes das vendas.

Características do TEF

É um sistema que captura as transações via cartões e envia para a operadora pela internet;

Funciona como o POS, mas é fixada no caixa da loja;

Um único TEF possui diversas adquirentes diferentes, permitindo que a empresa aceite uma grande variedade de cartões.

TEF e POS (Vantagens e Desvantagens)

Vantagem POS:
O POS tem preço atrativo (mensalidade em torno de R$(xx,xx) caso o estabelecimento consiga trabalhar apenas com uma maquininha. É fácil de usar, já que o sistema é bastante intuitivo, e a mobilidade é um grande diferencial, que permite ser enviada até a casa do cliente, para quem trabalha com delivery.

Vantagem TEF:
Investimento mais econômico para o estabelecimento que utiliza várias maquinetas POS (a mensalidade do TEF para um caixa gira em torno de R$ xxx,xx), por aceitar uma grande diversidade de bandeiras, ou até para varejistas que contam com vários caixas. Facilita a conciliação de vendas e não requer que o varejista guarde recibos comprovantes de cada transação.

Os softwares da CDS estão prontos para ambas opções tanto POS quanto TEF, se quiser saber mais pode entrar em contato.

Click aqui: CDS Software

Compartilhe...

Deixe um comentário