Controle de vendas

Controle de vendas

Quanto minha empresa faturou neste mês? Qual mercadoria mais vendeu? Qual a época do mês eu tive maior faturamento?
Estas são perguntas comuns para empresários que não realizam um controle de vendas em seu negócio. Por isso, o texto a seguir mostrará um pouco mais sobre a importância deste controle.
O controle de vendas não é somente uma planilha simples de excel ou um relatório qualquer com as vendas realizadas com seus respectivos valores e datas. Ele alcança vários setores de sua empresa, por exemplo:
No seu comercial: Através das vendas efetivadas, previstas ou até mesmo perdidas
No financeiro: Através dos relatórios de vendas realizadas e que precisam ser recebidos
No estoque: Peças que mais tiveram saídas, produtos que precisam ser comprados, forma de entrega, entre outros.

Veja, que com esta ferramenta, o gestor tem uma visão ampla de como está a empresa, possibilitando uma melhor aplicação de investimento na empresa.
Gerenciar vendas dessa forma é diretamente benéfico ao processo. E como os benefícios se estendem a tarefas e departamentos distintos, proporciona um desempenho melhor na organização como um todo. Além disso, o controle de vendas garante que os negócios efetivados de fato representem lucro, pois gargalos e demais problemas de pré e pós-vendas podem ser identificados e corrigidos.
Os tempos são outros e hoje contamos com o auxílio da tecnologia em nossas tomadas de decisão. A maioria dos empreendimentos se utiliza de softwares para controlar o estoque.
Os softwares trazem maior segurança à empresa, pois são administrados apenas pelo profissional autorizado. Quando utilizados da maneira correta, os sistemas geram um relatório periódico (diário, semanal ou mensal) com os dados da empresa, proporcionando uma análise individual do funcionário.

Compartilhe...

Deixe um comentário