Pix: O que é e como ele funciona?

O Pix, sistema de pagamento digital que veio para revolucionar o sistema financeiro, foi desenvolvido pelo Banco Central do Brasil com o intuito de processar transações financeiras em segundos. Essas transferências inovam por serem disponíveis para serem feitas a qualquer dia e horário, inclusive aos finais de semana e feriados. 

Esse modelo entrou em vigor em  16/11/2020 e na semana oficial de cadastramento das chaves, os registros já ultrapassaram 25 milhões de usuários, e isso demonstra a facilidade de adesão ao Pix.

O Pix facilita as transações financeiras e ajuda a acelerar a digitalização dos pagamentos, principalmente na era digital em que estamos habituadas, e também beneficia a inclusão financeira no Brasil – o que é de extrema importância em tempos de Segunda Onda de Covid-19 e crise econômica.

Com sua grande adesão, queremos com esse artigo, esclarecer as principais dúvidas e detalhar as principais informações a serem conhecidas!

O que é o Pix?

Pix é um meio de pagamento que permite realizar transferências de forma rápida e instantânea. Leva menos de dez segundos para que a operação seja concluída.

Além disso, esse recurso está disponível 24 horas por dia e 7 dias por semana! Muito mais facilidade e agilidade para pessoas físicas e jurídicas ao longo de processos internos de pagamentos e também das vendas externas.

O Pix é mais moderno e acessível que os outros métodos de transferência, como DOC e TED. Por isso, é considerado uma das maiores inovações do setor bancário nos últimos anos.

Essa é uma tendência que acompanha a digitalização dos bancos, que propicia a abertura de uma conta digital e outras inovações tecnológicas. 

Pix e seus serviços

O Pix permite realizar pagamentos instantâneos. Você pode usá-lo para fazer transferências de dinheiro para pessoas físicas e pagar para empresas, por exemplo.

Segundo o Banco Central, as transações podem ser feitas:

  • entre pessoas físicas;
  • entre pessoas físicas e jurídicas;
  • entre pessoas jurídicas;
  • para fins governamentais, como pagamento de impostos e taxas.

Para que seja possível utilizar o Pix, o pagador e o recebedor devem possuir conta em um banco, instituição financeira ou fintech. 

Pix e suas vantagens

O Pix aumentou a velocidade de pagamentos e transferências, afinal, o valor cai em poucos segundos na conta do recebedor. 

Além disso, possui custos baixos. Para pessoas físicas, o processo é 100% gratuito, já para empresas, os custos são reduzidos. 

Outra vantagem é que o serviço está disponível 24 horas por dia, todos os dias, inclusive finais de semana e feriados. 

Principais benefícios para usuários

Possibilidade de efetuar pagamentos e transferências, sem necessidade de pagar por taxas e depender dos horários dos bancos, como ocorria com TED e DOC ou até mesmo boletos.

Agilidade e praticidade para efetuar transações de qualquer lugar, por meio de computador e smartphones.


Em suma: pagamentos mais rápidos, livres de taxas e seguros; modelo prático e forma mais simples de pagar as diversas contas; fácil de ser inserido na rotina, pois esse pagamento é feito pelo próprio celular com o aplicativo do banco e isso dispensa o uso de cheques, cartões e idas ao banco; permite a integração com outros serviços, como por exemplo a lista de contato do celular.  

Principais benefícios para os recebedores

Com a expansão de iniciativas empreendedoras e impacto da transformação digital, é importante oferecer opções aos usuários, para que eles façam os pagamentos da forma que melhor optarem.

Com isso, ganha-se maior agilidade para receber dinheiro, sem necessidade de esperar longos períodos e dias úteis para o processamento da operação.

Além disso, os benefícios são: menor custo de aceitação quando comparado com outros serviços, como aluguel da máquina de cartão ; recebimento imediato dos recursos financeiros, diminuindo a necessidade de crédito e melhorando o fluxo de caixa ; facilidade para conciliar e organizar os pagamento; e o ponto principal, rapidez no pagamento, que minimiza as etapas de checkout. 

Principais benefícios para o setor financeiro

Impulsiona o modelo de baas (banking as a service), na tradução para o português,  sistema bancário como serviço.

Trata-se de um processo completo que garante a execução geral de um serviço financeiro fornecido pela web, sem necessitar que um banco faça isso por você.

E as outras vantagens são: mercado mais competitivo, que faz com que os serviços melhorem, oferecem custos mais baixos; permite a inclusão financeira por oferecer custo menor para entrar nesse modelo de Pix; eletronização e modernização dos meios de pagamentos, gerando controle e menores custos operacionais.

O que é Chave Pix?

Para efetuar e receber transferências, é necessário ter uma chave Pix. Essas chaves são um método de identificação dos usuários dentro do ecossistema Pix.

Ela pode ser seu CPF/CNPJ, celular, e-mail e até uma chave aleatória — código formado por números e letras gerado pelo sistema.

Isso permite que o sistema saiba exatamente para onde irá o dinheiro ao ser informada a chave. 

Não é possível ter as mesmas chaves vinculadas a contas diferentes. Porém, cada pessoa física pode ter até cinco chaves por conta em sua titularidade, e cada pessoa jurídica até 20 chaves.

Principais impactos do Pix no mercado financeiro

O principal diferencial do Pix é a instantaneidade e os baixos custos. Essas características proporcionam grande potencial para alavancar a competitividade e a eficiência do mercado em relação a transferências e pagamentos. 

Outra mudança é que promove a inclusão, as pessoas não precisam ter conta em um banco tradicional para utilizar o sistema. É possível utilizar contas digitais e plataformas de pagamento!

Usar Pix é seguro?

Sim! Segundo o Banco Central, o Pix é uma forma de pagamento segura, pois conta com as mesmas camadas de autenticação e criptografia usadas em outras formas de transferência, como DOC ou TED.

A criptografia é um método de proteção e privacidade que codifica uma informação de modo que só o emissor e o receptor consigam decifrá-la. Já a autenticação é o processo de reconhecimento da identidade de um usuário.

Porém, é importante ficar atento a golpes ou fraudes, assim como em qualquer tipo de transação bancária.

E, em casos de roubos de celulares, uma vez que o Pix está instalado no app do celular, o usuário terá de fazer uma portabilidade de chave. 

Isso quer dizer que as pessoas terão que acessar o aplicativo de sua instituição financeira, excluir o número de celular antigo e cadastrar o novo.

Conclusão

O Pix é uma opção bastante vantajosa para realizar transferências bancárias e pagamentos por ser instantâneo, estar disponível 24 horas por dia e 7 dias por semanas, além de ter custos mais baixos. 

O Pix veio com uma proposta de revolucionar o sistema financeiro e melhorar a jornada de compra do usuário, uma vez que amplia as possibilidades e dá o direito de escolha ao usuário. 

Na era de transformação digital, em que estamos habitados até com bancos digitais, novos sistemas e softwares de gestão inovam com a proposta de ampliar essa digitalização. E com isso, a modernidade e agilidade passam a se tornar frequentes no nosso dia a dia. 

Devido a esses benefícios, a criação desse novo sistema de pagamento promete revolucionar o setor bancário.

Paula Moraes

Redatora

Compartilhe...

Deixe um comentário